7º anos. Profª Luciane Gotardo. História: A chegada de espanhóis e portugueses na América. (02/08 a 13/08/21)

03/08/2021

Olá queridos alunos, vamos para mais um conteúdo da História da América do nosso Brasil, vamos realizar esse estudo com muita força de vontade e capricho, concluindo envie para o professora Luciane Gotardo (27 999840297).

Correção das atividades propostas de 06/07 a 31/07/21:

1)b)                                2)c)                                    3)d)                                       4)a)

Atividades do livro didático da página 89:

1)a)Essa faca ornamental feita pelos incas, mostra a habilidade no domínio das técnicas de metalurgia.

b)A metalurgia inca tinha a função principalmente decorativa e religiosa.

3)Sim. Pois eles empregavam técnicas de irrigação, em áreas desérticas, construíam terraços em curva de nível (forma de degraus), onde cultivavam milho, feijão, batata, algodão.

4)a)As tradições e a história dos incas foram preservadas pelos antigos incas e pelos povos andinos atuais. Que preservaram com cuidado, com pinturas e com os quipos, seus conhecimentos.

b)Pinturas e os quipos, que era um sistema de registro das informações como: número de habitantes do império, valor dos tributos.

c)Sim, os conhecimentos dos mais antigos sempre mantém vivas as tradições e a cultura das sociedades.

CONTEÚDO DO PERÍODO DE 02/08 a 13/08/21

Chegada dos espanhóis e dos portugueses na América.

A conquista da América espanhola foi o nome dado ao processo de dominação dos espanhóis sobre os nativos encontrados na América recém-descoberta. A conquista da América espanhola ocorreu, principalmente, por meio da violência, o que foi bastante ressaltado em relatos da época. Os contatos iniciais amigáveis logo foram superados pela ambição do espanhol de conquistar e explorar, principalmente à procura de metais preciosos.

Causas da Conquista

A história nos conta a vitória dos espanhóis sobre os nativos à custa do extermínio destes. Na maioria dos casos, os espanhóis lutavam em cenários extremamente adversos, pois estavam em número consideravelmente inferior ao dos nativos. Apesar disso, existem motivos que ajudam a entender a vitória dos espanhóis:

Doenças: o contato dos nativos com doenças trazidas pelos europeus foi mortal. A varíola, principalmente, dizimou vilas e tribos inteiras de maneira epidêmica e fulminante;

Superioridade de armas: as armas utilizadas pelos espanhóis eram notadamente superiores, pois as armaduras de metal dos espanhóis garantiam importante proteção, além do uso de espadas, bestas, arcabuzes etc.

Alianças: a conquista dos incas e astecas só foi possível porque inúmeros outros povos conquistados por incas e astecas aliaram-se aos espanhóis na esperança de se libertarem dos seus algozes.

Nos primeiros anos, a colonização espanhola aconteceu apenas nas ilhas do Caribe, com a implantação de cidades e da mineração de aluvião. Rapidamente as populações nativas do Caribe foram quase completamente dizimadas.

Portugueses na América

A colonização portuguesa no Brasil teve como principais características: civilizar, exterminar, explorar, povoar, conquistar e dominar. Sabemos que os termos: civilizar, explorar, exterminar, conquistar e dominar estão diretamente ligados às relações de poder de uma determinada civilização sobre outra, ou seja, os portugueses submetendo ao domínio e conquista os indígenas. Já os termos explorar, povoar remete-se à exploração e povoamento do novo território (América).

A partir de então, já sabemos de uma coisa, que o Brasil não foi descoberto pelos portugueses, pois afirmando isto, estaremos negligenciando a história dos indígenas (povoadores) que viviam há muito tempo neste território antes da chegada dos europeus. Portanto, o processo de colonização portuguesa no Brasil teve um caráter semelhante a outras colonizações europeias, como, por exemplo, a espanhola: a conquista e o extermínio dos indígenas. Sendo assim, ressaltamos que o Brasil foi conquistado e não descoberto.

A Coroa portuguesa, quando empreendeu o financiamento das navegações marítimas portuguesas no século XV, tinha como principal objetivo a expansão comercial e a busca de produtos para comercializar na Europa (obtenção do lucro), mas não podemos negligenciar outros motivos não menos importantes como a expansão do cristianismo (Catolicismo), o caráter aventureiro das navegações, a tentativa de superar os perigos do mar (perigos reais e imaginários) e a expansão territorial portuguesa (territórios além-mar).

No ano de 1500, os primeiros portugueses chegaram ao chamado "Novo Mundo" (América), e com eles o navegador Pedro Álvares Cabral desembarcou no litoral do novo território. Logo, os primeiros europeus tomaram posse das terras e tiveram os primeiros contatos com os indígenas denominados pelos portugueses de "selvagens". Alguns historiadores chamaram o primeiro contato entre portugueses e indígenas de "encontro de culturas", mas percebemos com o início do processo de colonização portuguesa um "desencontro de culturas", começando então o extermínio dos indígenas tanto por meio dos conflitos entre os portugueses quanto pelas doenças trazidas pelos europeus, como a gripe e a sífilis.

Entre 1500 a 1530, os portugueses efetivaram poucos empreendimentos no novo território conquistado, algumas expedições chegaram, como a de 1501, chefiada por Gaspar de Lemos e a expedição de Gonçalo Coelho de 1503, as principais realizações dessas expedições foram: nomear algumas localidades no litoral, confirmar a existência do pau-brasil e construir algumas feitorias.

A exploração do pau-brasil foi a primeira atividade realizada pelos portugueses no Brasil durante o século XVI e aconteceu por meio da exploração da mão de obra dos indígenas.

O pau-brasil é uma árvore nativa do Brasil e sua exploração foi a primeira atividade econômica realizada pelos portugueses, quando chegaram aqui, no século XVI. A exploração dessa árvore foi tão intensa que a árvore quase foi extinta. O trabalho de derrubada da árvore era realizado pelos indígenas com base no escambo (Escambo é uma atividade de troca que era utilizada quando ainda não havia sistema monetário. Essa troca, conhecida também como permuta ou troca direta).

A resistência indígena se dava pelas fugas dos aldeamentos missionários e de outros tipos de cativeiro, pela defesa das aldeias contra os Bandeirantes, por ataques a vilas e fazendas, pela colaboração com o europeu, bem como pelo suicídio quando presos.

Atividades propostas:

1)Como forma como os espanhóis chegaram para dominar a América?

2)Quais as causas da vitória dos espanhóis sobre os povos americanos?

3)Quais as características da colonização portuguesa na América?

Utilizando o livro didático, faça a leitura dos capítulos 9 e 10. Atividades do livro do capítulo 9, fazer o exercício número 2. E do capítulo10, fazer os exercícios números 1, 3 e 5.

Pesquisa avaliativa: Jogos Olímpicos - use a criatividade e faça uma pesquisa em seu caderno, caso tenha dificuldade para pesquisar na internet, pode fazer um texto sobre alguma reportagem sobre este assunto, assistindo pela tv. Pode ter imagens, desenhos, falar sobre o país sede das olimpíadas deste ano.

Bom trabalho, aguardo retorno!! Profª Luciane Gotardo (27 999840297)