8º anos. Profª Luciane Gotardo. História - O Império Napoleônico.

19/07/2021

Olá queridos alunos! Como é bom mantermos nosso aprendizagem, mesmo que neste sistema remoto, com muita esperança que estamos próximos do fim desta pandemia. Retornamos agora depois deste recesso, com muito entusiasmo e coragem para continuar neste segundo semestre. Vamos conhecer um pouco dos povos que viveram aqui na América antes de Colombo chegar! 

Correção das atividades anteriores sobre: Revolução Francesa, de 21/06 a 05/07/21.

1)A Revolução Francesa foi um marco na história da humanidade e considera-se o estopim que iniciou esse conflito: c) a queda da Bastilha.

2) O historiador Eric Hobsbawm afirmou que as grandes exigências da burguesia no contexto revolucionário manifestaram-se por meio da Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão. Esse documento manifestava:

a)Defendia a liberdade e os direitos individuais de todos os homens, apresentando-os como iguais.

3) Pesquisa: O que é REVOLUÇÃO. R: Revolução é uma mudança abrupta no poder político ou na organização estrutural de uma sociedade que ocorre em um período relativamente curto de tempo. O termo é igualmente apropriado para descrever mudanças rápidas e profundas nos campos científico-tecnológico, econômico e comportamental humano.

Usando o livro didático: leitura do capítulo 5, página 56 a 70. Atividades, página 72 - 1 e página 73 - 8. Correção:

pág. 72, número 1: Resposta pessoal. Sugestão: Em 1788, o rei Luís XIV convocou os Estados Gerais. O objetivo era aprovar uma proposta de Reforma fiscal que combatesse a crise econômica que assolava a França. A ideia não era bem vista pelos representantes do primeiro e do segundo estado, que temiam o fim de seus privilégios. Descontentes com o sistema de votos proposto na assembleia, membros do terceiro estado retiraram-se dos Estados Gerais e proclamaram a formação de uma Assembleia Nacional. Pressionado pelas reivindicações do terceiro estado, o rei reconheceu a assembleia e obrigou o clero e a nobreza a se reunirem com o terceiro estado. Em julho de 1789, os Estados Gerais forma transformados em Assembleia Nacional Constituinte. Em agosto, os membros da assembleia aprovaram a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, que aboliu o dízimo eclesiástico e todas as obrigações feudais.

Pág. 73, número 8. Resposta pessoal. Sugestão: Com a Revolução Francesa, surgiram diversos movimentos que buscam a defesa da liberdade, da igualdade e dos direitos humanos até os dias de hoje nas mais diversas regiões do mundo.

Conteúdo do período de 06/07 a 31/07/21. O Império Napoleônico.

O Império Napoleônico foi um período da história da França que teve início em 1804 com a proclamação de Napoleão Bonaparte como imperador dos franceses. Este período durou até 18 de junho de 1815, após a derrota de Napoleão na Batalha de Waterloo.

O Império foi o auge da carreira do jovem general Napoleão Bonaparte. Ele se destacou ao defender a França dos ataques das nações que a invadiram em represália à revolução e à condenação de Luís XVI (1754-1793). Por isso, Bonaparte tinha garantido o apoio do exército e deu o Golpe do 18 Brumário que o permitiu governar a França como Cônsul. Apesar de o governo ser compartilhado com outras duas pessoas, sua sede poder neutralizou a ação dos companheiros. O Império também representou uma forma de manter as conquistas da burguesia após a revolução e garantir a soberania popular. O título de Imperador foi concedido a Napoleão pelo Senado francês em 18 de maio de 1804 e depois ratificado por um plebiscito em novembro do mesmo ano. O governo, contudo, não era absolutista e sim constitucional, pois o imperador foi obrigado a jurar respeito à Carta Magna.

Com o objetivo de obter mais legitimidade ao seu reinado, Bonaparte casa-se em 1810 com Maria Luísa da Áustria, filha do Imperador Francisco I da Áustria. Desta forma, a continuidade imperial seria mantida pela descendência de Napoleão através do filho do sexo masculino. Após sua coroação, Napoleão Bonaparte preparou-se para expandir seus domínios por toda Europa e enfrentar seu principal inimigo: a Grã-Bretanha.

Expansão do Império Napoleônico

Bonaparte resolve atacar a Grã-Bretanha pelo mar, porém é derrotado na Batalha de Trafalgar, em 1805. Com isso, Napoleão percebe que só teria condições de invadir o país através do estrangulamento econômico e, por esta razão, decreta o Bloqueio Continental, que foi decretado em 21 de novembro de 1806 para obrigar os países administrados pelo império francês a cortar todos os laços comerciais com a Inglaterra. O autor desse decreto autoritário foi Napoleão Bonaparte, que queria de todas as formas derrubar a hegemonia econômica do império britânico. O Bloqueio Continental tornou-se ineficiente diante do contrabando realizado com o beneplácito da esquadra britânica. Esta, garantia o comércio entre as suas colônias americanas e ainda apoiava países como Portugal. Este fato influenciou diretamente a história do Brasil, pois diante da invasão francesa, Dom João transfere a corte portuguesa para o Rio de Janeiro.

Fim do Império Napoleônico

A expansão do império napoleônico, contudo, encontrou forte resistência dos russos e Napoleão foi derrotado às portas de Moscou, em 1812. O Imperador dos Franceses não conseguiu conter as rebeliões que apareciam em diferentes partes do seu domínio. Assim, em 6 de abril de 1814, Bonaparte abdica do trono. Vai para a ilha de Elba, na costa italiana, mas rapidamente consegue fugir e voltar à França liderando um grande exército. No entanto, sofre a derrocada final na Batalha de Waterloo, em junho de 1815, sendo preso e exilado na ilha de Santa Helena, uma possessão inglesa.

Congresso de Viena e o Fim do Império Napoleônico.

Representantes dos países que derrotaram Bonaparte se reúnem para refazer o mapa europeu.

Após a derrota de Napoleão, as nações europeias se reuniram na cidade de Viena. O objetivo era restabelecer o Antigo Regime e as novas fronteiras europeias, conforme os desejos de Grã-Bretanha, Áustria, Prússia e Rússia. Estas nações fizeram um pacto conhecido como Santa Aliança. O encontrou começou em 1814, após a batalha de Leipzig, mas foi interrompida com a volta de Napoleão à França. Este período seria conhecido como Governo dos Cem Dias e Bonaparte organizaria sua última ofensiva bélica na Batalha de Waterloo, em 1815.

Atividades propostas:

1)Muitas políticas implementadas durante a Era Napoleônica destruíram de vez as bases de sustentação do antigo regime absolutista. Entre essas políticas, estava:

a) O Código Civil Napoleônico                          b) A Lei da Guilhotina

c) A Magna Carta                                                d) As Leis Filipinas

2)O Código Civil Napoleônico, promulgado em 1804 e inspirado no Direito Romano, foi fonte de diretrizes legais para os países ocidentais capitalistas porque:

a) assegurava a igualdade civil entre os indivíduos.                    b) extinguia a escravidão nas colônias.

c) instituía o direito de greve.                                                         d) limitava o direito à propriedade.

3)A respeito do governo exercido por Napoleão Bonaparte, na França, marque a opção FALSA:

a) Portugal e Espanha constituíam os principais aliados de Napoleão contra a Inglaterra;

b) o período napoleônico foi marcado por um Estado centralizado;

c) a coligação da Áustria, Prússia e Rússia conseguiu derrotar as tropas de Napoleão;

d) a Inglaterra se destacou como líder dos países que se opunham a Napoleão.

Com o livro didático faça a leitura do capítulo 6, da página 78 a 84 e depois faça as atividades da página 88 - 1, 2 3 e 4. Estamos vivendo o momento dos jogos olímpicos, vamos fazer uma pesquisa sobre este assunto, como você conseguir, pode ser um comentário de uma reportagem, um desenho do mascote, assim que realizar me envie fotos pelo celular (27) 999840297. Obrigada profª Luciane!!