ARTE - PROFESSORA ALINE - SEMANA DE 01/04 A 15/04 - HQ'S, ONOMATOPEIAS E GRAFISMO.

01/04/2021

Boa tarde meus queridos! Tudo bem com vocês? Espero que sim! Hoje vamos iniciar a nossa aula com a correção das atividades anteriores e em seguida vamos dar continuidade no conteúdo de HQ's, com auxílio do livro didático. Vamos lá? Bons estudos!

Correção das atividades: 

Pág. 49: 

1) Qual é a expressão das personagens? (Resposta pessoal) - Observe o olhar das crianças, para onde eles olham, a ação de pensar, de sentar para esperar algo.

2) Na imagem, o que nos faz pensar que há algo errado com o planeta Terra?  Reparem que o globo está na cama, de repouso, como se estivesse enfermo.

3) Que tipo de linguagem o artista utiliza para transmitir suas ideias? Onde podemos encontrar esse tipo de imagem? É uma história em quadrinhos. Podemos encontrar em revistas, jornais, entre outros.

Pág. 50:

1) Você conhece algum super-herói? De qual você gosta mais? (Resposta pessoal)

Pág. 54:

1) Quais dessas personagens você conhece? (Resposta pessoal)

2) Quais são as características de cada uma delas? (Resposta pessoal) - Observe as características físicas e psicológicas.

Pág. 55:

3) Quais gestos mostram a irritação? Por quê? A irritação é representada pela expressão facial da personagem e recursos como o fogo e a fumaça.

4) Circule, na sequencia de quadrinhos, em quais momentos Calvin parece estar feliz. Resposta: 13º quadrinho, 16º, 17º, 18º, 19º, 20º quadrinhos.

Atividades propostas para o período de 01/04 a 15/04:

HQ'S - ONOMATOPÉIAS E GRAFISMOS

HQ- A História em Quadrinhos

As histórias em quadrinhos são um tipo de linguagem muito apreciada, sobretudo pelo público jovem. Mas o que são?

História em quadrinhos - ou HQ - é o nome dado à arte de contar histórias através de desenhos e textos em sequência, com começo, meio e fim. Essas histórias possuem enredo, personagens, tempo, lugar e desfecho. `Podem apresentar tanto uma linguagem verbal, como uma linguagem não verbal.

Os artistas utilizam diversos recursos gráficos na elaboração das histórias com a intenção de levar o leitor para "dentro" da história contada. Nas falas das personagens, por exemplo, são empregados balões com textos escritos e seus formatos também nos transmite intenções distintas.

                                                                   Diversos tipos de balões usados nas HQs.

Outro recurso são as onomatopéias, que são palavras que reproduzem os sons como: "cabrum", como o som de trovão; "tic-tac", como o som dos ponteiros do relógio, entre outros. O uso de letras de tipos diferentes e sinais de pontuação, também são recursos bastante utilizados.

Origem das Histórias em Quadrinhos

A primeira história em quadrinhos foi publicada nos EUA em 1894 em uma revista chamada Truth, e foi criada pelo americano Richard Outcault. Depois, o jornal New York World começou a publicá-la. Essa história chamava-se "The Yellow Kid" e contava as peripécias de um garoto que vivia nos guetos de Nova Iorque, sempre vestido com uma grande camisola amarela. Ele se comunicava através de gírias, trazia questões sobre sociedade de consumo e de questões raciais e urbanas.

                                                                 1ª História em Quadrinhos, publicada em 1894.

História em Quadrinhos no Brasil

No Brasil, a primeira revista em quadrinhos chamou-se O Tico-Tico e foi publicada em 190, em O Malho. Ela foi criada pelo artista Renato de Castro e tinha como personagem mais popular o garoto Chiquinho.

                                                                                     A turma do Pererê.

Mas foi apenas em 1960 que o gibi A Turma do Pererê, do cartunista Ziraldo, o primeiro gibi inteiramente colorido, foi apresentado pela Editora O Cruzeiro, com personagens inspirados na cultura nacional.

Na década de 60 também surgiu a história em quadrinhos mais conhecida do Brasil, a Turma da Mônica, criada pelo paulistano Maurício de Souza. A revistinha fez tanto sucesso que hoje é publicada em mais 40 países e traduzida em 14 idiomas.

Tirinha da Turma da Mônica, na década de 60.

Outros quadrinhos pelo Mundo

Mafalda, criada pelo cartunista Quino, em 1964.

Esses são alguns exemplos de Histórias em quadrinhos, faça você também sua pesquisa sobre o assunto e vai descobrir uma infinidade de personagens que surgiram, muitos antes dos filmes inspirados em seus personagens.

Para saber um pouco mais, assista o vídeo:

ATIVIDADE COMPLEMENTAR:

1) Aprendemos o que são histórias em quadrinhos e quais elementos fazem parte dela. Agora, você criará a sua própria história em quadrinhos. 

Para isso, escreva um roteiro narrando a história que irá ilustrar.

ATIVIDADE COMPLEMENTAR DO LIVRO DIDÁTICO:

Estudo e atividades do livro didático da pág. 56 a 66.