Ciências - Fatores e Impactos Ambientais - Semana 21/06 à 02/07 - Professora Lorena

21/06/2021

Retornamos essa semana as aulas presenciais, no modelo híbrido, ou seja, a turma dividida em dois grupos. Então o blog passa a ser útil ao aluno que escolheu estudar de maneira remota,  só em casa.

Fatores e impactos ambientais

Vamos começar nosso estudo do capítulo 2 do livro didático, lembrando que devem fazer a leitura do livro e realizar as atividades no caderno, após finalizar as atividades, enviar as fotos ou entregar na escola, após a realização das mesma.

Vamos começar lendo o livro na página 48 - 51.

Realizem a atividade número 2 da página 51.

Continuem a leitura até a página 57, e realizem a atividades 1 e 2.

Na página 58, façam as atividades 1, 2 e 3.

A leitura do capítulo, vai auxilia-los na realização das atividades. Na página 61, respondam as perguntas 1 e 2.

Na página 65, façam as atividades de 1 a 5, no caderno.

Agora que você já terminou a leitura, é hora de responder as atividades da página 67, 2 e a letra a do exercício 3. Página 69, letra c do exercício 7 e letra a e b do exercício 8. E da página 70, as atividades 9, 10, 11 e 12.

Os fatores que compõem os ecossistemas

Na natureza, há um equilíbrio delicado entre todos os fatores, por isso precisamos conhecê-los para saber como evitar impactos ambientais, atualmente cada vez mais preocupantes.

O conjunto das condições necessárias e das relações que a espécie tem com o ambiente compõe o que chamamos de nicho ecológico ( a profissão do ser vivo) e o local em que a população vive dentro de um ecossistema é chamado de habitat.

Todos os seres vivos precisam de alimento para sobreviver. Nos alimentos esta a energia necessária para a realização de todas as funções vitais e a matéria-prima para o crescimento e a manutenção do corpo.

Na natureza existem seres capazes de produzir o próprio alimento a partir de substancias simples, como a água e o gás carbônico. Esses seres são chamados de autótrofos. Há também os que não são capazes de produzir o próprio alimento, chamados heterétrofos.

O processo autotrófico mais comum na natureza é chamado de fotossíntese, termo que significa síntese de matéria orgânica na presença de luz. Os organismos que realizam esse tipo de processo autotrófico possuem clorofila ( o que dá a cor verde ao ser) e são representados principalmente pelas plantas e pelo fitoplâncton.

Os autótrofos, como produzem os próprios alimentos, são considerados os produtores em um ecossistema.

Já os heterótrofos obtêm seu alimento a partir de outro ser vivo. Nos ecossistemas há duas categorias de heterótrofos: consumidores e decompositores.

Os consumidores são aqueles que se alimentam de outros seres vivos e são representados pelos animais. Os consumidores que se alimentam apenas de plantas são chamados de herbívoros, já os que se alimentam apenas de outros animais são chamados de carnívoros. Há também consumidores que se alimentam tanto de plantas quanto de animais, sendo chamados de onívoros.

Os decompositores são representados pelos fungos e por muitas espécies de bactérias. Eles são os responsáveis por decompor a matéria orgânica presente no corpo de organismos mortos, liberando para o meio ambiente minerais e outros nutrientes que podem ser utilizados novamente pelos produtores.

Nos ecossistemas, produtores, consumidores e decompositores formam uma intrincada rede de relações alimentares, as teias alimentares.

As teias alimentares são formadas por varias sequencias de organismos em que um serve de alimento para outro. Cada uma dessas sequencias, quando consideradas isoladamente, forma uma cadeia alimentar. As teias alimentares representam, portanto, varias cadeias alimentares interligadas.

Cadeia Alimentar
Cadeia Alimentar
Teia alimentar
Teia alimentar

Atividades

1 - Escreva em seu caderno com suas palavras a definição de todas as palavras em destaque ( negrito) no texto acima.

2 - Observe a ilustração abaixo e responda o que se pede no caderno;

a. quem é o produtor nessa teia alimentar?

b. escreva uma cadeia alimentar da qual a onça participa.

c. agora, escreva no caderno uma cadeia alimentar em que a o tatu participa.

Impactos ambientais

Impactos ambientais causados por ação humana

Agora que você conhece melhor os ecossistemas, seus componentes e a importância da manutenção do equilíbrio ambiental, vamos começar e analisar os impactos causados no ecossistema em razão das atividades humana. Esses impactos ocorrem porque, geralmente, preocupação com o uso sustentável do meio.

A seguir, listei alguns dos diferentes tipos de contaminação ambiental:

  • Biologica: por microorganismos patogênicos, como bactérias, vírus, protozoários e vermes.
  • Química: por substancias biodegradáveis (como detergentes, inseticidas, fertilizantes e petróleo) ou não biodegradáveis (como DDT e mercúrio).
  • Radioativa: por lixo atômico e resíduos liberados por usinas nucleares. Os principais poluentes são iodo 131, plutônio 239, estrôncio 90 e urânio.

Atualmente, no Brasil, a falta de saneamento básico, o derramamento de petróleo e o uso de agrotóxicos são os principais agentes de contaminação ambiental, o que pode prejudicar a saúde humana e impactar severamente os ecossistemas.

Entre os agentes poluidores da água, o mercúrio, metal muito empregado na mineração do ouro, é um dos que tem a capacidade de se acumular ao longo das cadeias alimentares.

Outro impacto causado pelo homem é o desmatamento, que como consequência gera erosão do solo. Com a erosão, o solo fica exposto e os grãos são arrastados pelo vento ou pela chuva, gerando também o assoreamento.

O assoreamento pode ter graves consequências para o ambiente, pois peixes e outros seres aquáticos morrem e toda a cadeia alimentar é prejudicada. Para evita-lo, além de não deixar os solos expostos à erosão, é preciso preservar as matas ciliares (mata ciliar: é a formação vegetal localizada na margens dos córregos, lagos, represas e nascentes).

Sem a mata ciliar, pode acontecer a escassez da água, erosão e assoreamento, pragas na lavoura, qualidade da água e impede a formação de corredores naturais.

O desmatamento é uma das ações humanas que geram impactos ambientais mais severos aos ecossistemas. No Brasil o desmatamento tem gerado preocupação com a desertificação, processo de degradação de terras que causa danos à vegetação e aos animais e provoca o ressecamento e esgotamento do solo, levando, em casos mais extremos, a alterações no clima local.

Outro problema relacionado aos desmatamento é o deslizamento de terra em áreas de encosta causado pela ação das águas da chuva.

Nas cidades, o solo é geralmente coberto com asfalto ou pedras, o que torna a superfície impermeável à água. Com isso, há grande risco de enchentes e enxurradas na época das chuvas fortes.

Para evitar inundações, constroem-se valetas nas laterais das ruas, por onde a água escoar até um bueiro. Do bueiro a água é desviada para o encanamento subterrâneo da rede coletora da cidade. Muitas vezes, no entanto, os bueiros ficam entupidos pelo lixo jogado nas ruas, sendo essa uma das causas nas enchentes. Essa atitude irresponsável de alguns tem causado sérios prejuízos ao funcionamento das cidades e a saúde da população. As enchentes também podem estar relacionadas à construção de ruas e moradias nas margens de rios e córregos, em que há desmatamento da mata ciliar e ocupação da várzea do rio.

Na historia da humanidade, desde o inicio da formação das primeiras cidades, os rios e os mares tem sido o principal destino do lixo e do esgoto produzidos pela população. Deixando as águas contaminadas. Isso preocupa, pois estima-se que atualmente mais de 1 bilhão de pessoas vivam sem acesso à água potável.

O lançamento de materiais na água altera a qualidade de rios, mares ou aquíferos, podendo afetar os seres vivos de forma direta ou indireta. Esse conjunto de alterações que afetam os seres vivos e até mesmo põem em risco a vida caracteriza a poluição da água.

O esgoto doméstico lança nos rios grande quantidade de matéria orgânica. Pela atividade dos seres decompositores, a matéria orgânica é rapidamente decomposta e transformada em nutrientes, que são utilizadas por algas. Estas, por sua vez, servem de alimento para grande parte dos animais aquáticos. O excesso de nutrientes pode comprometer a vida do rio. Isso pode gerar o fenômeno conhecido como eutrofização ou eutroficação das águas, que tem como característica a coloração verde, cheiro forte, ausência de peixes ou outros animais.

Impactos Ambientais (continuação)

O equilíbrio ecológico de um ecossistema também pode ser alterado quando há introdução de uma espécie que não ocorre naturalmente naquele local.

No Brasil, existem casos semelhantes, como o do pardal, passarinho nativo da Europa, que esta vencendo a competição por alimento e espaço com o tico-tico, uma ave nativa.

Outras ações humanas tem causado danos ao ambiente, como a captura excessiva de indivíduos de diferentes espécies e alterações drásticas no meio. Essas ações tem levado a redução das populações e muitas espécies correm o risco de extinção, ou seja, de desaparecer do planeta. Há ate mesmo espécie que já foram extintas da natureza em decorrência da ação humana.

Impactos ambientais causados por catástrofes naturais

Impactos ambientais também podem resultar de causas naturais que independem de ações humanas. Eventos naturais da dinâmica da Terra, como terremotos, tsunamis, erupções vulcânicas, não se devem diretamente á ação humana e podem causar impactos ambientais no ecossistema. Ao longo da história da vida na Terra, esses e outros eventos naturais, como incêndios, secas, inundações, alterações climáticas, aconteceram e afetaram de diferentes maneiras os ecossistemas. Eles fizeram parte das modificações do ambiente que influenciaram a evolução da vida.

A intensidade de um desastre natural depende também de quando uma população esta preparada para os danos.

O efeito estufa é importante para a vida na Terra, mas a sua intensificação provoca o aumento do calor retido pela atmosfera e, com isso, o aumento da temperatura no globo todo. Um dos gases do efeito estufa é o gás carbônico, cujo o aumento na atmosfera se deve a queima de combustíveis fosseis, como os derivados do petróleo (gasolina, diesel), ao aumento das queimadas e ao desmatamento, todos provocados pela ação humana.

Atividades

1 O solo no local onde você vive está mais exposto ou revestido por concreto e outros materiais? O que isso traz de impacto para o ambiente?

2 O que pode acontecer com o solo das regiões onde a mata ciliar é retirada?

3 Na recuperação da mata ciliar, qualquer árvore pode ser plantada? Justifique sua resposta.

4 As áreas de mananciais são protegidas por lei federal de 1989. Dê dois motivos que justifiquem por que é essencial que essa lei seja cumprida?

5 Considerando que mais de 70% do planeta é coberto por água, como pode existir a estimativa de que até 2025 dois terços da população mundial estarão com alguma restrição no acesso à água?

6 Escreva no caderno uma frase que diferencie catástrofes naturais Das causadas pela ação humana e cite um exemplo para cada caso.