EDUCAÇÃO FÍSICA - JOGO DE XADRÊZ - PRINCÍPIOS BÁSICOS DE ABERTURA  - 7º ANOS - SEMANA DE 16 A 30 de ABRIL - PROF. ANTONIO JOSÉ

15/04/2021

XADRÊZ

Fala moçada, tudo bem... ?

A seguir vamos falar sobre os 04 princípios básicos que um jogador deverá seguir para realizar um bom jogo de xadrêz, começando pela abertura de peças.

4 Princípios Básicos do Jogo de Xadrêz

Em um jogo de xadrez, os movimentos iniciais ditam muito do ritmo que a partida tomará. Por isso, é importante observar alguns princípios básicos de abertura de jogo sem arriscar desnecessariamente logo no começo e sem perder terreno para o adversário. Saiba o que fazer e o que evitar nos primeiros movimentos de uma partida de xadrez. 


1 - O domínio do centro

As quatro casas mais disputadas de uma partida são 'd4', 'd5', 'e4', 'e5'. Estas representam o exato centro do tabuleiro de xadrez, que regula muitas condições de ataque e de defesa. Ou seja, é recomendável que se tenha controle do que ocorre nas casas centrais, ou dominando-as, ou ocupando-as. Bons movimentos iniciais, portanto, seriam os avanços dos peões que estão em 'e' e em 'd'. Geralmente, enxadristas iniciantes tendem a mover as peças periféricas primeiro para liberar as torres. Mover os peões das colunas 'a' e 'h' logo na abertura da partida implica em um distanciamento significativo do meio do tabuleiro e reduz as possibilidades de desenvolvimento inicial de peças mais recomendadas que a torre.


2 - O desenvolvimento progressivo das peças

O enxadrista deve ter em mente que o desenvolvimento de suas peças no jogo de xadrez deve ser progressivo. Isso não significa que deve ser lento, mas que tem etapas importantes para o equilíbrio dos princípios básicos de abertura. Os bispos e os cavalos são peças menores que as torres e a dama, por isso evite levar as peças maiores direto para o jogo. Desenvolver cavalos e bispos primeiro garante melhor domínio do centro e evita que você perca tempo ao ter peças de maior valor atacadas. Claro que quanto mais experiente for o enxadrista, mais ele saberá o momento certo de quebrar essa regra


3 - A segurança real

O rei, sendo o alvo principal do tabuleiro, deve ser protegido o mais cedo possível. A jogada mais comum para a segurança do rei é o roque, que é um movimento combinado entre o rei e a torre quando não há peças entre os dois e eles não haviam sido movidos ainda, o que coloca o rei mais próximo à extremidade do tabuleiro. Tanto o roque grande quanto o pequeno podem ser feitos, mas o roque pequeno é muito mais comum. É importante pensar que ao cumprir as três primeiras etapas, todo o seu jogo fica mais fácil. Depois que o rei está seguro, desenvolver as peças fica mais cômodo, principalmente se você proteger o seu rei antes do adversário. Isso deixa seus ataques mais seguros e suas defesas mais estruturadas, visando o centro e as peças inimigas importantes.


4 - A inatividade das peças

Às vezes, optando pelo desenvolvimento constante de algumas peças, esquecemos ou ignoramos o desenvolvimento de outras. Recomenda-se sempre tirar peças da inatividade quando possível, gerando dinamismo à partida. Evite, portanto, movimentar a mesma peça mais de uma vez ou capturar peões distantes enquanto não tiver suas peças desenvolvidas e seu rei em segurança.

Bibliografia: https://rafaelleitao.com/4-principios-básicos-de-abertura-no-xadrez/



QUESTIONÁRIO

1 - Quais os 04 princípios básicos para os iniciantes do jogo de xadrêz ?

2 - Qual região do tabuleiro deve-se dominar no início do jogo ?

3 - Quais peças(exceto peões) devem ser mexidas na partes iniciais do jogo de xadrêz para atacar o adversário ?

4 - Qual peça do tabuleiro deve ser mais protegida o tempo todo do jogo de xadrêz ?

5 - Por quê devemos movimentar todas as nossas peças, evitando assim a inatividade das peças ?