História-Prof.Itamar (01 a 15-04-2021

01/04/2021

Olá! tudo bem? Sejam bem vindos para mais uma semana de atividades, vamos estudar conteúdos de 8ª série. Ok?

Vamos começar com Proclamação da República. Já ouviu falar sobre esse assunto?

Gabarito da atividade semana 15 a 31-03-2021

Questão n º 1-D

Questão nº 2- Rousseau

Questão nº 3- a) A Independência do Brasil.

                         b) Em 1822

                         c) O Brasil deixou de ser colônia de Portugal conquistando assim, sua autonomia política.


Questão nº 4-C



EMEF "DARCY RIBEIRO"                                                                             I- BIMESTRE / História- EJA

Aluno: ______________________________________________       8º Série/2021

Prof. Itamar Dias                                                                                         01 a 15-04-2021 / ATIVIDADE Nº 3

Proclamação da República 1889

A república, como forma de governo, nasceu na Roma Antiga. Com ela, surgiu a noção de um governo considerado res publica ("coisa pública"), que deveria servir aos interesses dos cidadãos. No Brasil, a república surgiu como resultado de uma aliança entre setores do exército e das elites econômicas e políticas do país no final do século XIX. Nossa república foi estabelecida para atender aos interesses de uma pequena elite dominante. Desde o início, o uso da "coisa pública" - ou seja, do Estado - em benefício de interesses privados e em prejuízo da coletividade marcou a nossa república. Os escândalos de corrupção, por exemplo, representam apenas uma parte dos problemas da república brasileira, reduzida de seu sentido público.

A EMERGÊNCIA DA REPÚBLICA

Antes da independência do Brasil, muitos grupos sociais já defendiam a implantação de uma república. De maneira difusa, a proposta republicana apareceu, por exemplo, nas rebeliões coloniais do século XVIII, nas Conjurações Baiana e Mineira e na Revolução Pernambucana de 1817. Mas apenas no século XIX, com a expansão da lavoura cafeeira e a formação de uma rica camada de fazendeiros no Sudeste, o projeto republicano ganhou força no país. O acontecimento que assinalou a arrancada desse movimento no Brasil foi a publicação do Manifesto Republicano, em 1870. Nele, seus adeptos criticavam o caráter centralizador e hereditário da monarquia e defendiam o princípio federativo do regime republicano. Havia divergências entre os republicanos. O grupo dominante, liderado pelo jornalista Quintino Bocaiuva, pregava que a república deveria ser instalada sem agitações sociais que ameaçassem a ordem estabelecida. Outros, como o advogado Silva Jardim, criticavam as propostas republicanas conservadoras e defendiam uma mobilização popular para derrubar a monarquia.

golpe de 15 de novembro

O isolamento da monarquia se acentuou após a abolição da escravatura, em 1888. A lei foi sancionada pelo governo sem nenhum tipo de indenização aos proprietários, o que desagradou à elite escravista tradicional, representada em grande parte pelos cafeicultores do Vale do Paraíba fluminense e paulista. O governo, assim, perdeu sustentação política. Os militares e os republicanos civis passaram a realizar reuniões conspirativas com frequência. Na manhã do dia 15 de novembro de 1889, o marechal Deodoro da Fonseca marchou com as tropas para o Ministério da Guerra. Há diferentes versões sobre os planos de Deodoro. É possível que ele não quisesse derrubar a monarquia, mas apenas o chefe do gabinete ministerial, o visconde de Ouro Preto. Porém, iniciado o movimento, foi difícil revertê-lo. A república foi proclamada, e o imperador preferiu não resistir. O golpe do dia 15 de novembro, então, resultou de uma ação isolada do exército, apoiada por um pequeno grupo de republicanos civis.

República da Espada: O papel desempenhado pelo exército na proclamação da república assegurou aos militares a chefia do novo governo. Essa fase da república brasileira é conhecida como República da Espada (1889-1894).

O comando do Governo Provisório, instaurado pela república, foi entregue ao marechal Deodoro da Fonseca. Entre suas primeiras medidas, destacam-se a ordem de enviar a família real ao exílio na Europa e a naturalização de estrangeiros imigrados.

Em dezembro de 1889, foram convocadas eleições para o Congresso Nacional Constituinte. As eleições foram realizadas, em todo o Brasil, em setembro do ano seguinte. No dia 15 de novembro de 1890, primeiro aniversário da república, o Congresso iniciou a elaboração de uma nova Constituição para o país. Em fevereiro de 1891, foi promulgada a primeira Constituição da república brasileira. Esse documento estabelecia, entre outros pontos, que o Brasil passava a ser uma república presidencialista, com eleições para presidente de quatro em quatro anos. O presidente e o vice-presidente do primeiro período republicano deveriam ser eleitos, excepcionalmente, pelo Congresso Constituinte. Assim, Deodoro da Fonseca foi eleito indiretamente para um mandato de quatro anos na presidência da república.

EXERCÍCIO

1-Assite ao vídeo do link (https://youtu.be/TpGLoR1Zyes). Agora responda:

· Qual o nome do ministro nomeado por Deodoro da Fonseca?

________________________________________________________________________________________

· Quais foram as medidas adotadas por Floriano Peixoto, assim que ele assumiu a presidência?

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

2-Observe a imagem abaixo:

A charge faz referência ao cenário político brasileiro do fim do Segundo Reinado. O movimento republicano ganhara fôlego a partir da década de 1870 e a pressão sobre D. Pedro II se intensificou na década seguinte. Sobre o contexto político que culminou na Proclamação da República no Brasil, é correto afirmar que:

a) A República foi proclamada por representantes das classes populares, insatisfeitas com as condições de vida oferecidas pelo Império.

b) A abolição da escravidão aumentou a popularidade da monarquia, que tornou-se mais forte, adiando por meio século o projeto republicano.

c) A Princesa Isabel, opositora do Imperador e defensora da igualdade jurídica entre brancos e negros, foi uma das principais partidárias da República.

d) O movimento republicano se transformou em uma força política decisiva quando a monarquia perdeu o apoio dos cafeicultores, da Igreja Católica e dos militares.

3-Leia atentamente as tirinhas abaixo:

É certo dizer, que a Proclamação da República na verdade não passou de um golpe? Justifique.

_________________________________________________________________