História -Prof.Itamar (15-a 30-04/2021)

16/04/2021

Olá! tudo bem? Sejam bem vindos para mais uma semana de atividades. Nosso tema será Proclamação da República: República das Oligarquias

Gabarito da atividade semana 01 a 15-04-2021

Questão n º 1-

a) Ruy Barbosa

b) Suspendeu o estado de sítio, instituído no Brasil durante o governo do Marechal Deodoro da Fonseca. - Reabriu o Congresso Nacional. Adotou medidas econômicas protecionistas, visando favorecer e obter apoio da emergente indústria brasileira.

Questão nº 2-D

Questão nº 3- Sim, O golpe do dia 15 de novembro, então, resultou de uma ação isolada do exército, apoiada por um pequeno grupo de republicanos civis.(RESPOSTA PESSOAL)


EMEF "DARCY RIBEIRO"                                                            I- BIMESTRE / História- EJA

Aluno: ________________________________________   8º Série/2021

Prof. Itamar Dias                                                                           Período: 15 a 30-04-2021


TEMA: A REPÚBLICA OLIGÁRQUICA

Habilidades:

a) Descrever e contextualizar os principais aspectos sociais, culturais, econômicos e políticos da emergência da República no Brasil;

b) Caracterizar e compreender os ciclos da história republicana.

BRASIL REPÚBLICA DAS OLIGARQUIAS

Em 1894, ocorreu a primeira eleição direta para presidente da república no Brasil. Ela foi vencida por Prudente de Morais, um "republicano histórico", ou seja, que tinha participado da fundação do Partido Republicano e era membro da elite cafeicultora paulista. Seu governo, que durou de 1894 a 1898, foi instável politicamente, pois até aquele momento as elites dirigentes não tinham conseguido estabelecer as bases de funcionamento do novo regime político, o que gerava disputas pelo poder. O suporte político necessário para estabilizar o regime foi constituído no governo do seu sucessor, o também paulista Campos Sales. Durante sua gestão, de 1898 a 1902, consolidaram-se os mecanismos de poder que constituíram as bases da República Oligárquica: a criação da Política dos Governadores e o fortalecimento do coronelismo.

Idealizada por Campos Sales, a Política dos Governadores era um mecanismo político para evitar os choques entre os governos estaduais e o governo federal. Por meio dela, os grupos dominantes de cada estado apoiavam as políticas do governo federal, que, em troca, favorecia esses grupos e dificultava a ação de seus opositores. Atualmente, esse acordo político seria o famoso "toma lá, dá cá".

No nível estadual, essa troca de favores também acontecia, mas entre os grupos dominantes do estado e os grandes proprietários de terra dos municípios, conhecidos como coronéis, os quais controlavam os votos dos eleitores, valendo-se, para isso, das relações de dependência, da compra de voto ou mesmo da força. Garantiam assim que fossem eleitos apenas os candidatos que lhes interessassem e agradassem às oligarquias que detinham o poder político no estado. Esse fenômeno ficou conhecido como coronelismo.

Voto de cabresto

O mecanismo de controle dos votos por parte dos coronéis, uma prática muito comum nos tempos da República Oligárquica, é chamado de voto de cabresto.

Essa expressão faz referência ao cabresto, que é um dispositivo de corda ou couro colocado nos cavalos para direcionar sua marcha.

sem eleitos apenas os candidatos que lhes interessassem e agradassem às oligarquias

EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO

1-Observe a Charge abaixo:

STORNI, Alfredo. As próximas eleições... "de cabresto". 1927. Charge publicada na revista

Careta. Fundação Biblioteca Nacional, Rio de Janeiro.

a) Que aspecto da política brasileira do início do século XX o artista procurou representar na charge?

R___________________________________________________________________________________________________________________________________________________

b) Escrevam um texto para identificar e explicar a crítica que o artista da charge pretendeu fazer ao eleitor e aos políticos daquele período.

2- Explique o significado da expressão "República Oligárquica" usada pelo autor.

R-

3- A República Velha (1894-1930) foi caracterizada por:

a) Por um período de paz completa em todo território nacional.
b) Pela alternância de poder entre os partidos estaduais realizado pelo sufrágio universal masculino.
c) Por uma ascensão social dos libertos pela lei de 13 de maio de 1888.
d) Pela dominação das elites agrárias estaduais, especialmente as de São Paulo e Minas Gerais.