Língua Portuguesa: MORFOLOGIA BÁSICA 1

14/04/2021

MORFOLOGIA I

CLASSES DE PALAVRAS NOMINAIS 1

- Substantivo e Artigo (16 a 30 de abril de 2021)

Olá, alunos, como vão? Espero que estejam bem.

Na semana passada deixamos para vocês realizarem alguns exercícios sobre polissemia, parônimos e uso dos porquês. Confiram abaixo as respostas.

EXERCÍCIOS

· Assinale a alternativa incorreta quanto ao uso dos porquês.

  • Eu sei tudo sobre o uso dos porquês.
  • Você reclamou da prova por quê?

· Diga-me porque veio aqui.(por que )

  • Quero saber o porquê da sua ausência.
  • Conheço os caminhos por que você andou.

· Reforçando o conteúdo de homônimos e parônimos preencha a lacuna com a palavra adequada. Se for necessário conjugar algum verbo para adequar à frase, conjugue-o.

  • O juiz vai _absolver_ o réu. (absorver, absolver)
  • A grama consegue _absorver_ a água da chuva. (absorver, absolver)
  • Julia conseguiu _arrear__ o cavalo. (arriar, arrear)
  • Mamãe teve que _arriar_ as sacolas de compras porque estavam pesadas. (arriar, arrear)
  • Meu cabelo tem pouco _comprimento(comprimento, cumprimento)
  • Espero o cumprimento da promessa. (comprimento, cumprimento)
  • Quero que faça a _descrição_ da cena do crime. (descrição, discrição)
  • É preciso agir com _discrição_ diante de estranhos. (descrição, discrição)
  • Minha irmã vai _emigrar___ do Brasil. (emigrar, imigrar)
  • Muitos haitianos querem _imigrar___ para o Brasil (emigrar, imigrar)
  • Este barranco está na _iminência de desabar. (eminência, iminência)
  • A carne está cara por causa da _inflação__ (inflação, infração)
  • Jean cometeu uma _infração__ leve e perdeu três pontos na carteira. (inflação, infração)
  • Um _mandato___ de vereador dura quatro anos. (mandado, mandato)
  • O policial cumpriu o mandado___ do juiz. (mandado, mandato)
  • Você precisa _retificar_ seus erros (retificar, ratificar)
  • Confio em você e vou _ratificar_ suas palavras. (retificar, ratificar)
  • Suas desculpas _soam__ verdadeiras. (soar, suar)
  • Átila _sua___ muito. (suar, soar)
  • Ficamos todos presos no _tráfego_ intenso do meio-dia. (tráfego, tráfico)
  • O _tráfico__ de pessoas é um crime hediondo (tráfego, tráfico).

· Reforçando o conteúdo de polissemia, explique o sentido das palavras grifadas nas orações abaixo

  • Eu acendi uma vela por causa do apagão. Cilindro de cera com pavio para iluminar.
  • Dênis compete em barcos a vela. _Tecido usado para captar o vento___
  • Mesmo de longe, mamãe vela por mim. _Do verbo velar: "mamãe fica em vigília" por mim.
  • Camila manga de todos os vizinhos. __zomba_
  • Prefiro uniformes sem manga. _parte da blusa_
  • Eu adoro manga espada. _fruto da mangueira__
  • Comprei um cachorro São Bernardo. __Redução de Santo_
  • Vocês são bons amigos. Do verbo ser_
  • Mente sã em corpo são. Saudável_
  • Manoel teve covid. Agora está são. _Curado. Saudável_
  • A letradesta música do Chico Buarque é incrível. _Parte cantada_
  • A letradaquele aluno é confusa. _grafia_
  • O seu João usa calças boca de sino. __Abertura de saída da calça_
  • E que tal se você fechasse a boca? _Abertura facial usada para fala e alimentação

· Preencha a lacuna com o adequado uso dos porquês, e explique, na linha à frente, o porquê de cada uma de suas escolhas:

  • Você sabe __por que ela foi embora? Por qual motivo
  • Essa decisão foi tomada por quê?_Por qual motivo
  • Alguém sabe por que estamos aqui? Por qual motivo
  • Vou embora _porque____estou muito cansada. Sentido de pois
  • Alguém que me diga o porquê____de tanta confusão! _motivo__
  • A Helena sabe _por que__foi chamada à direção?por qual motivo
  • As obras foram realizadas _porque___ houve reclamações._pois__
  • Qual o _porquê___ dessa sua atitude? ___sentido de motivo
  • Apenas perguntei _por que__ ela estava chateada. _por qual motiv
  • O condutor foi multado pelo policial _porque___ dirigia embriagado. Sentido de pois_
  • Haverá greve de professores _por quê? Por qual motivo__
  • As escolas _por que _ passei estavam com sobrelotação de alunos. Pelas quais__
  • Apenas fiz isso _porque__ eu quis. _sentido de pois_____
  • Ninguém compreendeu o _porquê___ do cancelamento do jantar. _motivo_

Espero que tenham acertado as respostas. E, as que não estavam certas, é só corrigir, ok?
Agora, vamos à matéria desta semana.

Falamos a vocês. Que o estudo da língua portuguesa é feito em partes: Uma delas é a semântica, em que estudamos a construção das significações. Outra é a sintaxe, em que analisamos a estrutura da frase. Falaremos futuramente disso. Mas hoje começamos a estudar o conteúdo de Morfologia.

Chamamos de Morfologia, ao conjunto dos estudos da estrutura das palavras, da formação de palavras e da classificação das palavras.

Na Morfologia, as palavras são estudadas isoladamente. Nos estudos morfológicos, as palavras estão agrupadas em dez classes, que podem ser chamadas de classes de palavras ou classes gramaticais. Começaremos falando das classes de palavras nominais (que são nome ou relacionadas ao nome).

As classes de palavras nominais

SUBSTANTIVO

Vimos que SUBSTANTIVO É a palavra que nomeia os seres: é o "nome das coisas".

Quanto ao significado, os substantivos podem ser classificados como:

1. Comuns

Substantivo comum é aquele que designa os seres de uma espécie de forma genérica. Ex.: pedra, computador, cachorro, homem, caderno.

2. Próprios

Substantivo próprio é aquele que designa um ser específico, determinado, individualizando-o. O substantivo próprio sempre deve ser escrito com letra maiúscula. Ex.: André, Londrina, Ester.

3. Concretos

Nomeiam seres que podem ser percebidos por um dos nossos cinco sentidos (visão, audição, tato, olfato e paladar). Normalmente, os substantivos concretos podem gerar em nosso pensamento uma imagem concreta, podendo ser imaginários (anjos, bruxa, Papai Noel), ou reais (casas, cadeira).

4. Abstratos

Nomeiam seres que não podem ser percebidos por um dos nossos cinco sentidos (visão, audição, tato, olfato e paladar).

Exemplos: beijo, vida, amor, ódio, frio, beleza e etc.

         Quanto à formação os substantivos podem ser classificados como:

A. Primitivos

É primitivo o substantivo que não se origina de outra palavra existente na língua portuguesa, mas sim dá origem a outros vocábulos.

Ex.: pedra, jornal, gato, homem.

B.     Derivados

É derivado o substantivo que provém de outra palavra da língua portuguesa.

Ex.: pedreiro, jornalista, gatarrão, homúnculo.

C.    Simples

É simples o substantivo formado por um único radical.

Ex.: pedra, pedreiro, jornal, jornalista.

Compostos

É composto o substantivo formado por dois ou mais radicais.

Ex.: pedra-sabão, homem-rã, passatempo.

Coletivos

É coletivo o substantivo no singular que indica diversos elementos de uma mesma espécie.

Ex.: abelha - enxame, cortiço, colmeia;

acompanhante - comitiva, cortejo, séquito;

alho - (quando entrelaçados) réstia, enfiada,cambada.

                                     Há substantivos que mudam de significado ao se flexionarem:

1.· Em número:

Costa (litoral)

Costas (dorso)

Vencimento (término)

Vencimentos (salário)

Ouro (metal)

Ouros (naipe do baralho)

2.· Em gênero:

O moral: o ânimo

A moral - normas de conduta

O cabeça: o líder

A cabeça: parte do corpo

O grama: unidade de peso

A grama: vegetação rasteira

                           Graus do substantivo

Um substantivo pode vir expresso no grau:

a) normal (com seu significado básico): carro, idéia, orelha, voz, rua, lugar, corpo;

b) diminutivo (sugerindo pequeno tamanho, ou com seu significado atenuado, valorizado ou desvalorizado afetivamente): carrinho, carro minúsculo, ideiazinha, homenzinho, pequena orelha;

c) aumentativo (sugerindo tamanho grande, ou com carga significativa positiva ou pejorativa): carrão, carro enorme, grande idéia, orelha muito grande, bocarra, coração enorme.

(É interessante observar os valores especiais que passam a ter algumas palavras expressas no aumentativo ou no diminutivo. Veja isso em alguns dos exemplos abaixo.)

O grau do substantivo pode, portanto, ser expresso em uma só palavra ou em mais de uma:

aumentativo sintético

copázio, vozeirão, comilão, solteirão, bocarra, mulherão, corpaço, corpanzil, beiçorra, povaréu.

analítico

copo grande, boca enorme, profundo desejo, grande mulher.

diminutivo sintético

vozinha, ruela, livreco, lugarejo, velhote, fazendola, barbicha, adeusinho, casebre, namorico, bandeirola, mulherzinha.

analítico

voz pequena, boca minúscula, possibilidade mínima.

ARTIGO

É a palavra variável em gênero e número que precede o substantivo, vem antes dele concordando com ele, e determinando-o de modo preciso (definido) ou vago (indefinido).

Classificação do artigo

Artigos definidos (o, a, os, as): Define um ser entre tantos outros de uma espécie. Indica que o substantivo nomeia algo já conhecido do leitor/ouvinte ou já referido no contexto:

O rapaz era lindo; A lua estava diferente na noite do encontro.

Artigos indefinidos (um, uma, uns, umas): Designa qualquer ser dentro de uma espécie. Indica que o substantivo nomeia algo genérico ou ainda não mencionado no contexto:

Procurei não me apavorar. Fui andando pelo mato até encontrar uma estrada. Chegando a um botequim, perguntei por telefone, ao que um bêbado respondeu: Tem não, moço.

Observações sobre o artigo

O artigo substantiva a palavra ou expressão que ele determinar. Isso quer dizer que ele transforma qualquer palavra que venha depois dele em substantivo:

Estão mais sujeitos ao erro os distraídos (essa palavra era um adjetivo, qualidade, mas passa a ser substantiva).

É melhor dizer um "Oi".(Oi era naturalmente uma interjeição e passa a ser substantivo).

Ao abordar a moça, estava pronto a ouvir um simou umnão .(sim e não eram advérbios e viraram nomes).

Numerais e pronomes determinados por artigo não se tornam substantivos, mas funcionam sintaticamente como se fossem nomes (substantivos). (São chamados numerais substantivos e pronomes substantivos.)

Os dois estavam nervosos. (numeral substantivo - núcleo do sujeito)

Deixaste teus convites? Preciso d os meus." (pronome substantivo - núcleo do objeto indireto)

É obrigatório o uso do artigo definido após o numeral "ambos".

Ambos os alunos mereceram ser aprovados

Não ocorre artigo antes da palavra "casa" quando própria, da palavra "terra" em oposição a bordo, e nem antes de nomes de cidades (a menos que venham especificados).

Chegaremos a casa por volta da meia noite.

Os astronautas retornaram a terra antes do tempo previsto.

Vou a Vitória e a Serra ainda hoje. Quando sair de (sem artigo!) Serra vou direto para casa.

Com nomes de pessoas só se deve usar artigo para indicar intimidade.

Lucas é seu amigo, mas o Pedro não.

Os artigos adquirem, às vezes, valores especiais, como a intensificação ou o destaque:

Você não encontrou uma amiga, mas a amiga. ("a" dá a "amiga" o sentido de pessoa única.)

Aquela tinha sido a festa.

Naquele momento ele estava com uma raiva... que, se o encontrasse, bateria no amigo. ("uma" tem, aí, valor intensificador, equivalente a tanta)

Com a palavra "todo"(e suas variações) a presença ou ausência do artigo definido altera o sentido da frase:

Toda a turma lhe deu razão. ("toda a turma" = "a turma inteira") (Com artigo, todo é adjetivo)

Vou lá toda semana. (semanalmente) Vou lá toda a semana. (diariamente)

Entre "todos(as)" e um substantivo, o artigo definido é obrigatório:

Todas as teorias foram demonstradas. Todos os sinais foram omitidos.

É facultativo o emprego do artigo definido antes de pronome possessivo:

Meu pensamento como os seus. (ou) O meu pensamento é como os seus.

O artigo e o pronome demonstrativo se excluem mutuamente. Assim, não se vai ouvir dizer algo como:

Esse o rapaz é meu irmão. nem O esserapaz é o meu irmão.

Exercícios

QUESTÃO 01 (Matéria: Flexões de gênero dos substantivos):

As formas corretas no masculino e no feminino dos substantivos amigo, elefante e pardal, são:

a) Amigo/amiga; elefante macho/ elefante fêmea; pardal/ pardoca.

b) Amigo macho/ amigo fêmea; elefante macho/ elefante fêmea; pardal macho/ pardal fêmea.

c) Amigo/amiga; elefante / elefanta; pardal/ pardoa.

d) Amigo/amiga; elefante / elefoa; pardal/ pardoca.

QUESTÃO 02 (Matéria: Flexões de gênero dos substantivos):

Todas as alternativas abaixo estão ADEQUADAS em relação à flexão de gênero. A única flexão ERRADA está na letra:

a) Aluno - O aluno/ a aluna

b) Pessoa - A Pessoa/ a pessoa (não se flexiona)

c) Girafa - girafa macho, girafa fêmea.

d) Ator - O ator: a atora

QUESTÃO 03 (Matéria: Flexões de gênero dos substantivos):

A única alternativa em que todas as expressões estão certas quanto à flexão de gênero é:

  • O Presidente/ a presidenta; O Artista / a artista
  • Elefante macho/ elefante fêmea; O Pardal / a pardal
  • O estudante/ a estudante; o diretor/ a diretora
  • O Caminhoneiro/ a caminhoneiro; O Dançarino/ a dançarina

QUESTÃO 04. Classifique os substantivos abaixo quanto à flexão de gênero, conforme o modelo.

Aluno: Biforme, homônimo

Pessoa: sobrecomum

a) Amigo:

b) Gerente:

c) Artista:

d) Elefante

e) Pardal

QUESTÃO 05. Realize a flexão de gênero das palavras abaixo, conforme o modelo.

O Aluno: a aluna

A Pessoa: a pessoa (não se flexiona)

A girafa: girafa macho, girafa fêmea.

O ator: a atriz

a) O Amigo:

b) O Gerente:

c) O Artista:

d) O Elefante

e) O Pardal

f) O Profissional:

g) O Diretor:

h) O Caminhoneiro:

i) O Dançarino:

j) O Estudante:

QUESTÃO 06. Depois de entender as diferentes flexões de gênero, pense e apresente abaixo:

a) Cinco substantivos uniformes COMUNS DE DOIS GÊNEROS:

b) Cinco substantivos uniformes SOBRECOMUNS

c) Cinco substantivos uniformes EPICENOS

d) Cinco substantivos biformes HOMÔNIMOS

e) Cinco substantivos biformes HETERÔNIMOS

QUESTÃO 07. Todas as palavras abaixo mudam de sentido se mudarmos o gênero (o artigo que a antecede). Apenas uma não sofre esse efeito, e está na alternativa:

· O capitão

· O cabeça

· O grama

· O moral.

Atividade do livro didático.

Tema: Memes

Leiam atentamente o conteúdo "Entre saberes" das páginas 172 e 173, que trata do assunto "memes". Ao final das leituras, realizem a Etapa 2 da atividade: escolher dois ou três memes e encaminhar no privado para a professora e, em seguida, faça uma reflexão pessoal a respeito do sentido de cada um dos memes selecionados. Por fim, realizem a etapa 3: tentem criar um ou dois memes, sem ofender as pessoas. (Será anotado como cumprimento de atividade).

Por hoje é só. Muito obrigada pela parceria, e até a próxima!

Professora Tuca®